segunda-feira, 28 de julho de 2014

Escultura Modular – Ana Cristina P. Rebouças – Monstro Marinho



A proposta inicial do projeto para a construção de uma escultura modular que fizesse parte de uma cidade consistia na construção de uma muralha, a mesma teria características semelhantes a Muralha de Adriano e Grande Muralha da China. Infelizmente a proposta teve de ser descartada devido à quantidade limitada de bits de madeira, que inviabilizaram a construção do projeto como eu gostaria.









A segunda proposta veio de uma brincadeira com os blocos, montando os mesmo pensei sobre o filme Godzilla, assim decidi construir um monstro marinho semelhante ao jacaré, como uma escultura em grande dimensão para ser colocada na orla da cidade.



A obra foi construída com bits de madeira que reforçam sua imagem como pixel art. O processo foi bastante intuitivo, apesar das dificuldades em acerta encaixe de algumas peças devido à irregularidade dos bloquinhos, porém isso não prejudicou o trabalho final e sim deu mais dinamismo a escultura.




 

Após o processo de lixamento e colagem da obra foi passado solvente sobre a mesma para retirar excesso de cola e lavado para retirar o pó proveniente do lixamento. A cor da madeira foi mantida como cor natural do monstro, que vive no fundo do mar.




domingo, 27 de julho de 2014

Escultura Modular- Leticia Rodrigues- Barco Viking

A proposta inicial era a utilização de bloquinhos de madeira para a construção de algum monumento ou estrutura para a montagem de uma cidade. Tivemos liberdade para escolher a estrutura, desde que fosse feita a utilização dos bloquinhos, os quais foram recortados pelos próprios alunos da turma e distribuídos entre si.
A ideia inicial era montar um edifício com formas curvas, porém, um problema que enfrentei  foi a irregularidade dos cubos. Assim, depois de algumas tentativas (meio que espontaneamente), acabei criando a base para o barco e fui dando continuidade ao projeto.
Pensamentos em relação aos cubos
Apesar do formato não ser inovador ou ousado, a ideia de um barco viking me pareceu mais interessante do que de um barco simples. Também quis aproveitar que estava no período de exibição do filme " Como treinar seu dragão 2", o qual também possui vikings no protagonismo da historia.
Poster do filme
 


Infelizmente como o processo foi bem espontâneo e "intuitivo", poucas fotos foram tirada durante a aula e os momentos de construção. Ao final fiz mini escudos no Corel, imprimi em papel adesivo e os colei em um papel mais grosso, a vela foi um pedaço de galho fino com um recorte de papel adesivo e uma linha de costura. A cola utilizada foi uma instantânea, realmente secava rápido e segurava bem as estruturas, mas deixavam a madeira manchada. 



É como disse Piton, sai de um prédio curvo e fui para um barco quadrado.





Escultura Modular - Torre de Babel

1. PROPOSTA

A atividade proposta como avaliação dentro da turma de Tridimensional 3, foi a elaboração de uma escultura modular, e o tema definido teria sido "Cidades invisíveis" texto de Ítalo Calvino em que o personagem Marco Polo deveria descrever ao imperador Kublai Khan, grande conquistador, as cidades que existiam em seu vasto reino. Dessa forma apesar de as formas representadas pela escultura modular estarem presas a um signo de cidade, elas estão livres para serem interpretada de uma maneira mais livre e lúdica.


2. MÓDULO

O módulo definido foi o bit, peça regular cúbica de madeira, que fora definida na disciplina pela medida de 1,5cm x 1,5cm. Foram compradas as peças que seriam cortadas na proporção estabelecida, e o corte foi feito pela turma em sala. Por conta da falta de um ambiente mais controlado, e por conta da inexperiência da turma no trabalho as peças perderam a regularidade, o que poderia afetar propostas definidas, mas foram feitas seleções pelos alunos e cada aluno recolheu uma quantidade superior a 100 peças para construir suas esculturas.



3. CONCEITO

Dessa forma minha proposta apresentada se resumia a construção de uma torre que pudesse representar a passagem bíblica da torre de Babel. Essa torre representaria, assim como na passagem, a inquitação pelo homem de alcançar o inalcançável e ao mesmo tempo tinha a intenção de demonstrar como o crescimento humano se dá de maneira irregular, apesar de manter certa consistência e direção. A cor da madeira deverá ser mantida para que o módulo tenha também o aspecto de estrutura inacabada e reforçar o conceito caótico.



4. PRODUÇÃO

É claro que as outras construções feitas pelos outros alunos poderiam interferir na percepção dessa escala, mas como seria impossível estabelecer um controle dessa escala, procurei estabelecer um módulo que permitiria manter certa solidez e que daria uma verticalidade mínima necessária pra alcançar o objetivo mínimo de passar a impressão de torre. Um módulo de 9 peças por andar, que teria ausências para criar o ruído necessário pra manter o conceito caótico.



Foi usada uma cola de fixação de materiais porosos da Cascola na primeira etapa, num outro momento uma cola de fixação mais imediata da Loctite, e por fim voltando a colar as peças com a cola da primeira etapa. Por fim a madeira foi selada com a seladora Sparlack, para manter o aspecto de madeira que foi definido por conceito.



5. RESULTADO FINAL

A altura alcançada foi de aproximadamente 48cm, e devido ao fato de que haviam andares com menos peças, naturalmente a torre foi inclinando, de maneira que aumentar mais, ou incluir mais peças poderia ser perigoso, ponto onde foi decidido concluir o trabalho.