domingo, 28 de setembro de 2014

Escultura de Construção (Adriana Gericó)

Minha escultura de construção, é um jarro que montei com pedras e umas folhas secas , arame e cizal dentro de um copo de vidro. Tudo custou 5,00.
Minha ideia partiu, em um objeto que fosse decorativo e também ornamental. Daí sai a procura dos materiais e montei como vocês verão abaixo:






segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Escultura de Construção
Cidade dos Brinquedos

                Tendo recebido a permissão do professor, abortei o uso do texto e das dez palavras e passei a associar esse trabalho com um projeto que eu já buscava elaborar. O cerne do projeto está na história de brinquedos abandonados que tem vida e compõem uma cidade só para eles. Os personagens têm um visual remendado, destruído, encardido e tudo que se remete a algo velho e abandonado. O tom de bizarrice e obscuridade é parte integrante da trajetória de vida da cidade.
O trabalho a ser desenvolvido a partir da união desse conceito e da ideia da escultura de construção permanece em aberto, mas algumas dinâmicas para impulsionar esse processo criativo estão sendo planejadas. A primeira delas é conseguir brinquedos comprando ou adquirindo por pedidos, ou mesmo nossos próprios brinquedos velhos. Tendo estes em mãos, a ideia Será criar para cada brinquedo uma história que envolva sua degradação e modificação. Como por exemplo:


Adrielle aos 7 anos cuidava de Sophia como se fosse sua própria filha, nem um pouco diferente de todas as crianças de sua idade daquele período. A boneca era careca, com um tronco feito de pano que conectava todos os membros. Depois de abandonada pela dona, sua companhia era somente uma centopeia que habitava o sótão em que fora abandonada. Até que um dia foi encontrada por Defeituoso (personagem importante da história) e pedir ao boneco que a tornasse mais parecida com sua única e verdadeira amiga que permaneceu com ela até a morte (depois de aproximadamente 7 dias até ser pisoteada pela mãe da criança).

Depois virá a etapa de fazer na própria boneca as degradações que foram contadas na história. No caso de Sophia, o corpo é totalmente substituído por um corpo de centopeia.
Referências a serem consultadas para esse trabalho são:
-Toy Story 1 & 3


-9 A Salvação


               -Toda a Saga Chucky, O Brinquedo Assassino:      
Entre outras

domingo, 21 de setembro de 2014

Escultura de construção

Raíssa Ribeiro - Escultura de Construção

Tema - Palavras

10 Palavras

1. Calma
2. Sons
3. Memória
4. Busca
5. Equilíbrio
6. Água
7. Paz
8. Revelações
9. Ouvir
10. Si


5 Escolhidas

1. Calma
2. Água
3. Memória
4. Equilíbrio
5. Si

____________________________________

Poesia

A Presa

Seu Moço diz:

A presa arrebentou
foi aquele mundaréu de água
que nunca vi tanta
só rezando mesmo pra nosso senhor

Ela foi descendo, arrancando
levando e lavando tudo numa força
que só ficou os distroço
e a tristeza da gente

Quando que eu ia de imaginar
que aquela calmaria
o lugar onde a gente mais ria
ia de virar o que virou?

E te contei que eu conheci Tereza lá?
aa a gente brincava, namorava ali
eu amava ela escondido entre um riso
e outro pra num perturbar
enquanto ela me cantava um Itamar
e o tempo chega suspendia da pressa
pra ver nosso encontrar

Agora ta ai..
Tereza diz pra eu não chorar
ela ouviu dizer que vão reconstruir
que vai ser até melhor, mais feliz, mais bonito..
mas num sei se é propaganda
num sei se acredito

É difícil desgarrar das lembrança
ela ainda me diz pra eu ter esperança
mas acho que o bom mesmo é deixar ir
é parar de de repassar a tristeza
e esperar que vire saudade

Ela sim é bonita, né?
e da até pra gente
melhorar as recordação na mente

Agora dói. dói.
é um aperto no peito tão grande
que a gente conta os batimento sem errar
as hora corre devagar
e fica esse marasmo
a vontade de se entregar
ou té mesmo de desviver as coisas
esquecer tudo..deixar pra lá

Mas há de passar
eu fico me repetindo isso..
há de passar

Vou me retirar aqui, cumpadre
boa viagem de volta pra cidade
dê lembrança pra sua senhora

té logo."

Raíssa Ribeiro


____________________________________


Referência - Artista

Ana Tereza Barboza

"Mais abstrata e menos óbvia, aqui enxergo que Ana Teresa traduz lindamente como nossa tentativa de tecer nossa realidade é falha e inviável. Por mais que tentemos encaixá-la, emoldurá-la e costurá-la, ela sempre irá ultrapassar e emaranhar-se."

Obras:







____________________________________


Escultura/Instalação

Ideia: Trabalhar com a calma e a suavidade das memórias, a transformação das vivências em sabedoria. Os momentos de paz, a busca de um equilíbrio.

Escultura/Instalação: Diversas caixinhas de vidro ou acrílico suspensas no ar, penduradas por nylon. Elas estarão cheias de água e em uma das faces da caixa terá uma pequena fotografia. Das caixas saíram linhas de crochê amarradas em formas de gotas. Talvez as gotas se ligarão.

Esboço:











sexta-feira, 19 de setembro de 2014

10 PALAVRAS

1-familia
2-dinheiro
3-responsabilidade
4-orgulho
5-paciência
6-futuro
7-saúde
8-vicío
9-arte
10-atenção

4 ESCOLHIDAS

1- familia
2- dinheiro
3- responsabilidades
4- arte

Poema

Chega sempre á hora certa ,
contam comigo , não falho
pois adoro o meu emprego
oque detesTo é o trabalho

       millôr fernandes


ESBOLÇO DO LIVRO DO ARTISTA



terça-feira, 16 de setembro de 2014

Palavras, Esboço, Referências...


Mauá Moreira
As 10 Palavras
  1. Metal
  2. Pesado
  3. Contra
  4. Assustador
  5. Música
  6. Arte
  7. Forte
  8. Ódio
  9. Caminho
  10. Revolta
 As 4 palavras (Acabei escolhendo 5)
  1. Metal
  2. Assustador
  3. Música
  4. Caminho
  5. Revolta


O Conceito
Iniciei o desenho trabalhando com a curva, para representar o Caminho. Sua curva da varias voltas e contorna a si mesma em uma Revolta. Sua forma final se torna Assustador. A construção desta escultura foi pensada para ser de Metal. Esta obra está profundamente ligada a Música rotulada de metal extremo (metal pesado, underground).

 
Primeiro esboço.
Segundo esboço.

Terceiro esboço, retomando o conceito do primeiro.
Quarto esboço, desenvolvendo uma nova face.




O Material
Pensei em fazer a escultura com arame ou fio de eletricidade.  O professor observou que seria interessante trabalhar com metal (vergalhão ou estribo), uma vez que as formas do desenho lembram os gradis antigos. Realizarei experimentações dos matérias sugeridos para definir qual(s) deles será mais vantajosos para a construção.

As Referências

  • Kris Verwimp, pintor, quadrinista, designer (http://home.scarlet.be/krisverwimp/store.htm).




  • Christophe Szpajdel, conhecido como "Lord of the Logos" (https://www.flickr.com/photos/christopheszpajdel/)